A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) anunciou, em coletiva virtual nesta terça-feira (6/10), a ampliação dos critérios de testagem para covid-19 em Minas. O secretário Carlos Eduardo Amaral informou que os testes, a partir de agora, também serão realizados em todas as pessoas que se enquadram na definição de caso suspeito de síndrome gripal, causada pelo Sars-CoV-2, ou seja, com suspeita da covid-19.


“Essa ampliação significa o esforço que temos feito com objetivo de ampliar a rede e aumentar a capacidade de testagem. Com isso, a expectativa é de bloquear ainda mais a transmissão da doença no estado, trazendo a redução nos números em Minas”, explicou Amaral.


Método


A política do Estado para realização de teste pelo método RT-PCR segue a recomendação do Ministério da Saúde (MS). A testagem é feita, por exemplo, em casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) hospitalizados, óbitos por SRAG suspeitos, profissionais de Saúde e de Segurança pública sintomáticos, idosos com idade igual ou superior a 60 anos, sintomáticos, pacientes com comorbidades, entre outros.


Aliado a isso, a SES-MG tem disponibilizado quantitativo de testes rápidos vindos do MS. O público para este tipo de testagem é composto por qualquer paciente com sintomas - seja leve, moderado ou alto, que estejam nos seguintes grupos: profissionais de Saúde e Segurança pública em atividade; pessoa que resida no mesmo domicílio de um profissional de Saúde e Segurança pública em atividade; pessoa com idade igual ou superior a 60 anos; portadores de condições de risco para complicações da covid-19; e população economicamente ativa.


Com informações da Agência Minas


Publicidade



GOVERNO DE MINAS AMPLIA TESTAGEM PARA COVID-19 EM TODO ESTADO



A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) anunciou, em coletiva virtual nesta terça-feira (6/10), a ampliação dos critérios de testagem para covid-19 em Minas. O secretário Carlos Eduardo Amaral informou que os testes, a partir de agora, também serão realizados em todas as pessoas que se enquadram na definição de caso suspeito de síndrome gripal, causada pelo Sars-CoV-2, ou seja, com suspeita da covid-19.


“Essa ampliação significa o esforço que temos feito com objetivo de ampliar a rede e aumentar a capacidade de testagem. Com isso, a expectativa é de bloquear ainda mais a transmissão da doença no estado, trazendo a redução nos números em Minas”, explicou Amaral.


Método


A política do Estado para realização de teste pelo método RT-PCR segue a recomendação do Ministério da Saúde (MS). A testagem é feita, por exemplo, em casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) hospitalizados, óbitos por SRAG suspeitos, profissionais de Saúde e de Segurança pública sintomáticos, idosos com idade igual ou superior a 60 anos, sintomáticos, pacientes com comorbidades, entre outros.


Aliado a isso, a SES-MG tem disponibilizado quantitativo de testes rápidos vindos do MS. O público para este tipo de testagem é composto por qualquer paciente com sintomas - seja leve, moderado ou alto, que estejam nos seguintes grupos: profissionais de Saúde e Segurança pública em atividade; pessoa que resida no mesmo domicílio de um profissional de Saúde e Segurança pública em atividade; pessoa com idade igual ou superior a 60 anos; portadores de condições de risco para complicações da covid-19; e população economicamente ativa.


Com informações da Agência Minas


Publicidade