PROJETO AULA VIVA APROXIMA PASSADO E PRESENTE NAS COMEMORAÇÕES DO ANIVERSÁRIO DE SÃO LOURENÇO - O Popular.net

Com o objetivo de aproximar o passado e o presente, o Projeto Aula Viva promove um encontro de gerações onde estudantes e veteranos conhecedores da história de São Lourenço, trocam experiências e informações sobre diversos assuntos. Nesta quinta-feira (30) o encontro foi na Escola Objetivo e o assunto principal foi a comemoração dos 90 anos da emancipação político administrativa de São Lourenço, que acontecerá neste dia 01 de abril. 

De acordo com Gislene Villela, idealizadora do projeto, a ideia é proporcionar aos jovens uma aula diferente e participativa. “O foco este ano é a bela Estância Hidromineral de São Lourenço. É relevante que os jovens estudantes ampliem seus conhecimentos sobre o município, para assim preservar todo seu patrimônio histórico e cultural. Para ser um agente transformador da realidade é preciso conhecê-la. ” Durante o encontro, o principal palestrante foi o Tenente Coronel Leonel Junqueira, memorialista, escritor e veterano na 2ª Guerra Mundial, prestes a completar 103 anos de vida. Ele e participou de vários momentos históricos de nossa cidade, e o principal deles, a emancipação política. Com uma memória incrível, o Coronel contou histórias, falou sobre a sobre a emancipação e como ela se consagrou, se emocionando ao mencionar detalhes. 

Passado e presente se encontram no projeto Aula Viva / Fotos: Gislene Vilella

Os alunos acompanharam as palavras do Coronel e se surpreenderam com as lembranças detalhadas que ele expõe. A Diretora da Escola Objetivo, Fátima Cardoso Mendes agradeceu a presença de todos, especialmente ao Coronel, que abrilhantou com suas histórias. Além do Coronel Leonel, outros convidados ilustres também prestigiaram a aula como a musicista Edna de Souza Neves, ex-presidente da Fundação Municipal de Cultura; a Professora Magdala Lemos Costa, que desenvolve um trabalho na área da educação há 60 anos, Miriam Brooking Teresa Dias, da família do renomado comediante Oscarito e da atriz carioca Margot Louro; o escritor e historiador Antônio Farid Lage e o Professor Jorge Gannam, membro do Grupo Memórias de São Lourenço. 

Estiveram presente no encontro o Presidente da Câmara de Vereadores, Agilsander Rodrigues da Silva; a Secretária Municipal de Educação, Leila Palma Policarpo Ferreira. O Projeto Aula Viva Durante o ano de 2016, o projeto abordou o tema “São Lourenço rumo aos 90 anos”, realizando aulas, debates e palestras nas escolas e instituições, com enfoque em despertar o conhecimento sobre a cidade e perceber sua trajetória até os dias atuais. Sempre com o objetivo de aproximar gerações e promover o interesse dos jovens no futuro da cidade. Para Gisele Villela, os integrantes do projeto sabem que não é um trabalho fácil, mas acreditam que a Aula Viva oportuniza o encontro de gerações, e que a integração de faixas etárias distintas pode promover uma reflexão interessante para ambas às partes. “A aproximação e troca de experiências destas gerações são bastante enriquecedoras" finalizou.

Com informações da PMSL

PROJETO AULA VIVA APROXIMA PASSADO E PRESENTE NAS COMEMORAÇÕES DO ANIVERSÁRIO DE SÃO LOURENÇO


Com o objetivo de aproximar o passado e o presente, o Projeto Aula Viva promove um encontro de gerações onde estudantes e veteranos conhecedores da história de São Lourenço, trocam experiências e informações sobre diversos assuntos. Nesta quinta-feira (30) o encontro foi na Escola Objetivo e o assunto principal foi a comemoração dos 90 anos da emancipação político administrativa de São Lourenço, que acontecerá neste dia 01 de abril. 

De acordo com Gislene Villela, idealizadora do projeto, a ideia é proporcionar aos jovens uma aula diferente e participativa. “O foco este ano é a bela Estância Hidromineral de São Lourenço. É relevante que os jovens estudantes ampliem seus conhecimentos sobre o município, para assim preservar todo seu patrimônio histórico e cultural. Para ser um agente transformador da realidade é preciso conhecê-la. ” Durante o encontro, o principal palestrante foi o Tenente Coronel Leonel Junqueira, memorialista, escritor e veterano na 2ª Guerra Mundial, prestes a completar 103 anos de vida. Ele e participou de vários momentos históricos de nossa cidade, e o principal deles, a emancipação política. Com uma memória incrível, o Coronel contou histórias, falou sobre a sobre a emancipação e como ela se consagrou, se emocionando ao mencionar detalhes. 

Passado e presente se encontram no projeto Aula Viva / Fotos: Gislene Vilella

Os alunos acompanharam as palavras do Coronel e se surpreenderam com as lembranças detalhadas que ele expõe. A Diretora da Escola Objetivo, Fátima Cardoso Mendes agradeceu a presença de todos, especialmente ao Coronel, que abrilhantou com suas histórias. Além do Coronel Leonel, outros convidados ilustres também prestigiaram a aula como a musicista Edna de Souza Neves, ex-presidente da Fundação Municipal de Cultura; a Professora Magdala Lemos Costa, que desenvolve um trabalho na área da educação há 60 anos, Miriam Brooking Teresa Dias, da família do renomado comediante Oscarito e da atriz carioca Margot Louro; o escritor e historiador Antônio Farid Lage e o Professor Jorge Gannam, membro do Grupo Memórias de São Lourenço. 

Estiveram presente no encontro o Presidente da Câmara de Vereadores, Agilsander Rodrigues da Silva; a Secretária Municipal de Educação, Leila Palma Policarpo Ferreira. O Projeto Aula Viva Durante o ano de 2016, o projeto abordou o tema “São Lourenço rumo aos 90 anos”, realizando aulas, debates e palestras nas escolas e instituições, com enfoque em despertar o conhecimento sobre a cidade e perceber sua trajetória até os dias atuais. Sempre com o objetivo de aproximar gerações e promover o interesse dos jovens no futuro da cidade. Para Gisele Villela, os integrantes do projeto sabem que não é um trabalho fácil, mas acreditam que a Aula Viva oportuniza o encontro de gerações, e que a integração de faixas etárias distintas pode promover uma reflexão interessante para ambas às partes. “A aproximação e troca de experiências destas gerações são bastante enriquecedoras" finalizou.

Com informações da PMSL