MR. CATRA SE APRESENTA EM SÃO LOURENÇO NO DIA 12 DE MARÇO EM SHOW QUE COMEÇA CEDO - O Popular.net

Pela segunda vez em São Lourenço o cantor o funkeiro Mr. Catra promete sacudir a cidade com um show inovador no dia 12 de Março no evento "Domingueira com o patrão" na choperia 180°, juntamente com o cantor Ojan e Djs.


De acordo com a GR shows e a Luquinha Eventos, responsáveis por trazer o cantor, consagrado nacionalmente como "o grande pai do funk", a inovação começa peal data, sendo um domingo e também pelo horário da festa, que terá as portas abertas à partir das 18:00hs, sendo que Mr. Catra, deve subir ao palco por volta das 20:00hs, para a alegria dos fãs e de quem precisa estar de pé logo cedo no dia seguinte.

Os ingressos já estão a venda na Banca do Calçadão, Açaí Pardal e Central Loterias sendo que o primeiro lote já está se esgotando. Esta semana, O Popular.net também vai sortear ingressos para os leitores, é só ficar atento em nossas atualizações!

Sobre Mr. Catra

Em meados da década de 1980, como guitarrista, montou uma banda de rock denominada O Beco, que chegou a fazer um relativo sucesso em festas particulares, escolas e faculdades. Na década de 1990, em parceria com o ex-VJ da MTV, o paulista Primo Preto (que havia lhe conseguido um contrato com a Zâmbia Records, gravadora independente de São Paulo, responsável pelos primeiros discos dos Racionais MC's), criou a empresa Rapsoulfunk, como gravadora, grife de moda e organizadora de bailes funk e shows de hip hop no Rio de Janeiro e em São Paulo. 


Em 1994, lançou seu primeiro disco "O Bonde dos Justos", emplacando o hit "Vida na cadeia". As canções de temas fortes chamaram a atenção da Warner Music que lançou, em 1999, o CD "O fiel". Em 2001, juntamente com MV Bill, lançou o Partido Popular Poder para a Maioria (PPPomar), o qual abandonou no ano de 2002 por divergências com Celso Athayde, proprietário da Produtora Hutus e empresário de MV Bill e dos Racionais MC's. Ainda em 2002 foi indiciado por apologia ao crime, devido às letras de suas músicas, principalmente a da composição "Cachorro", um de seus maiores sucessos, que versa sobre policiais corruptos. Sobre o assunto ele esclareceu posteriormente em entrevista: "Não sou cúmplice do crime, sou cúmplice da favela. Não estou fazendo apologia ao crime, estou é relatando uma realidade."

Em 2004, a Rapsoulfunk foi responsável pela contratação de artistas do universo hip hop para o "Festival Hip Hop Manifesta", o principal da América do Sul. O evento aconteceu no Riocentro e entre os nomes internacionais contratados destacaram-se os rappers estadunidenses Snoop Dogg e Ja Rule. Suas composições estão incluídas na série de CDs piratas "Proibidão do rap".

Em meados da década de 2000, começou a obter notoriedade nacional com seus funks paródicos. Como "Adultério", paródia do hit dos anos 80 "Tédio", da banda Biquini Cavadão. A música entrou em diversas coletâneas de funk e tocou em rádios do Rio de Janeiro. Catra então passou a adotar um discurso mais apelativo para o lado sexual em suas letras de forma humorosa e explícita. Em, 2009 Catra fez uma participação na música "Mansão Thug Stronda" do Bonde da Stronda, em 2010 na música "A gente faz a festa", do grupo Exaltasamba e em 2012 na canção "Mama", de Valesca Popozuda.

Em Janeiro de 2015, anunciou o projeto de uma banda rock pesado intitulada Mr. Catra e os Templários. Em 2016, gravou junto com Neymar e Alexandre Pires o clipe da música "Kong".

Da Redação do Popular.net / Com trechos do Wikipédia

Publicidade

MR. CATRA SE APRESENTA EM SÃO LOURENÇO NO DIA 12 DE MARÇO EM SHOW QUE COMEÇA CEDO


Pela segunda vez em São Lourenço o cantor o funkeiro Mr. Catra promete sacudir a cidade com um show inovador no dia 12 de Março no evento "Domingueira com o patrão" na choperia 180°, juntamente com o cantor Ojan e Djs.


De acordo com a GR shows e a Luquinha Eventos, responsáveis por trazer o cantor, consagrado nacionalmente como "o grande pai do funk", a inovação começa peal data, sendo um domingo e também pelo horário da festa, que terá as portas abertas à partir das 18:00hs, sendo que Mr. Catra, deve subir ao palco por volta das 20:00hs, para a alegria dos fãs e de quem precisa estar de pé logo cedo no dia seguinte.

Os ingressos já estão a venda na Banca do Calçadão, Açaí Pardal e Central Loterias sendo que o primeiro lote já está se esgotando. Esta semana, O Popular.net também vai sortear ingressos para os leitores, é só ficar atento em nossas atualizações!

Sobre Mr. Catra

Em meados da década de 1980, como guitarrista, montou uma banda de rock denominada O Beco, que chegou a fazer um relativo sucesso em festas particulares, escolas e faculdades. Na década de 1990, em parceria com o ex-VJ da MTV, o paulista Primo Preto (que havia lhe conseguido um contrato com a Zâmbia Records, gravadora independente de São Paulo, responsável pelos primeiros discos dos Racionais MC's), criou a empresa Rapsoulfunk, como gravadora, grife de moda e organizadora de bailes funk e shows de hip hop no Rio de Janeiro e em São Paulo. 


Em 1994, lançou seu primeiro disco "O Bonde dos Justos", emplacando o hit "Vida na cadeia". As canções de temas fortes chamaram a atenção da Warner Music que lançou, em 1999, o CD "O fiel". Em 2001, juntamente com MV Bill, lançou o Partido Popular Poder para a Maioria (PPPomar), o qual abandonou no ano de 2002 por divergências com Celso Athayde, proprietário da Produtora Hutus e empresário de MV Bill e dos Racionais MC's. Ainda em 2002 foi indiciado por apologia ao crime, devido às letras de suas músicas, principalmente a da composição "Cachorro", um de seus maiores sucessos, que versa sobre policiais corruptos. Sobre o assunto ele esclareceu posteriormente em entrevista: "Não sou cúmplice do crime, sou cúmplice da favela. Não estou fazendo apologia ao crime, estou é relatando uma realidade."

Em 2004, a Rapsoulfunk foi responsável pela contratação de artistas do universo hip hop para o "Festival Hip Hop Manifesta", o principal da América do Sul. O evento aconteceu no Riocentro e entre os nomes internacionais contratados destacaram-se os rappers estadunidenses Snoop Dogg e Ja Rule. Suas composições estão incluídas na série de CDs piratas "Proibidão do rap".

Em meados da década de 2000, começou a obter notoriedade nacional com seus funks paródicos. Como "Adultério", paródia do hit dos anos 80 "Tédio", da banda Biquini Cavadão. A música entrou em diversas coletâneas de funk e tocou em rádios do Rio de Janeiro. Catra então passou a adotar um discurso mais apelativo para o lado sexual em suas letras de forma humorosa e explícita. Em, 2009 Catra fez uma participação na música "Mansão Thug Stronda" do Bonde da Stronda, em 2010 na música "A gente faz a festa", do grupo Exaltasamba e em 2012 na canção "Mama", de Valesca Popozuda.

Em Janeiro de 2015, anunciou o projeto de uma banda rock pesado intitulada Mr. Catra e os Templários. Em 2016, gravou junto com Neymar e Alexandre Pires o clipe da música "Kong".

Da Redação do Popular.net / Com trechos do Wikipédia

Publicidade