VEREADORES DEBATEM INCENTIVO FINANCEIRO A AGENTES DE SAÚDE E ENDEMIA DE SÃO LOURENÇO - O Popular.net

Dezenas de agentes de saúde compareceram à décima sétima sessão ordinária do ano para acompanhar o debate sobre o requerimento que trata sobre o pagamento de incentivos para esses profissionais. O documento, de autoria do vice-presidente da Câmara, Ricardo Luiz Nogueira (PMDB), foi aprovado por unanimidade, e será enviado à Prefeitura de São Lourenço. 

De acordo com a Lei Federal 12.994, de 2014, os agentes de saúde e endemia têm direito a uma bonificação anual. Atualmente, eles recebem R$1.014. Segundo o vereador, o incentivo seria nesse valor, equivalendo a um décimo quarto salário. O repasse para a Administração Municipal deve ser feito pelo Fundo Nacional de Saúde (Funasa). Se o Poder Executivo de São Lourenço recebeu essa verba e qual a previsão do repasse para os funcionários são alguns dos questionamentos presentes no requerimento. “São profissionais muito importantes para a nossa cidade. 

Um setor tão delicado e fundamental deve ser tratado com toda a dedicação”, declarou Ricardo Luiz. Durante a sessão, Rodrigo Martins de Carvalho (PSB) ressaltou que já havia apresentado, em março, um requerimento com o mesmo teor. “A resposta que eu estou aguardando é de quanto é esse recurso e também quero saber, oficialmente, se algum valor já foi pago”. Thomas José Monteiro é um dos agentes que estiveram presentes na Câmara. Ele conta que ainda não recebeu o incentivo. 

Já está na profissão há sete anos. De acordo com ele, a bonificação faria muita diferença no orçamento: “É um direito, está na lei, então queremos receber, ainda mais que o nosso salário está defasado e sem reajuste desde 2014”.

Com informações da ASCOM/PMSL

Publicidade

VEREADORES DEBATEM INCENTIVO FINANCEIRO A AGENTES DE SAÚDE E ENDEMIA DE SÃO LOURENÇO


Dezenas de agentes de saúde compareceram à décima sétima sessão ordinária do ano para acompanhar o debate sobre o requerimento que trata sobre o pagamento de incentivos para esses profissionais. O documento, de autoria do vice-presidente da Câmara, Ricardo Luiz Nogueira (PMDB), foi aprovado por unanimidade, e será enviado à Prefeitura de São Lourenço. 

De acordo com a Lei Federal 12.994, de 2014, os agentes de saúde e endemia têm direito a uma bonificação anual. Atualmente, eles recebem R$1.014. Segundo o vereador, o incentivo seria nesse valor, equivalendo a um décimo quarto salário. O repasse para a Administração Municipal deve ser feito pelo Fundo Nacional de Saúde (Funasa). Se o Poder Executivo de São Lourenço recebeu essa verba e qual a previsão do repasse para os funcionários são alguns dos questionamentos presentes no requerimento. “São profissionais muito importantes para a nossa cidade. 

Um setor tão delicado e fundamental deve ser tratado com toda a dedicação”, declarou Ricardo Luiz. Durante a sessão, Rodrigo Martins de Carvalho (PSB) ressaltou que já havia apresentado, em março, um requerimento com o mesmo teor. “A resposta que eu estou aguardando é de quanto é esse recurso e também quero saber, oficialmente, se algum valor já foi pago”. Thomas José Monteiro é um dos agentes que estiveram presentes na Câmara. Ele conta que ainda não recebeu o incentivo. 

Já está na profissão há sete anos. De acordo com ele, a bonificação faria muita diferença no orçamento: “É um direito, está na lei, então queremos receber, ainda mais que o nosso salário está defasado e sem reajuste desde 2014”.

Com informações da ASCOM/PMSL

Publicidade