QUESTÕES RELATIVAS A DEFESA CIVIL SÃO DISCUTIDAS EM REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL - O Popular.net

De autoria da prefeita Célia Cavalcanti, o projeto 2.833/2017, que cria a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) de São Lourenço, entrou em pauta nesta segunda-feira. De acordo com o texto enviado pelo Poder Executivo, a pasta teria como finalidade propor e dar cumprimento a ações de enfrentamento e gerenciamento de desastres, por meio da elaboração de Planos de Contingência, articulando os órgãos envolvidos na resposta e mobilização da comunidade em risco. 

Segundo a Prefeitura, o projeto faz as atualizações necessárias da Lei Municipal 1.320, de 23/05/1984, que criou a Comissão Municipal de Defesa Civil (Comdec), adequando-se às normas estabelecidas pelo Governo Federal. A Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final tem 45 dias para emitir o parecer para que o texto entre em votação. Durante a sessão, ainda foi aprovado por unanimidade o requerimento 32/2017, que questiona a Prefeitura de São Lourenço sobre a existência de algum projeto para solucionar os riscos de inundações e desabamentos no local conhecido como Beco 901, no bairro Nossa Senhora de Lourdes. 

O documento é de autoria do vereador Natanael Paulino de Oliveira (PPS). Ele também pediu que uma audiência pública fosse realizada para ouvir os moradores da área: “Já faz 32 anos que o problema persiste e é de interesse da Câmara e do Poder Executivo que isso seja resolvido”.

Com informações da CMSL



QUESTÕES RELATIVAS A DEFESA CIVIL SÃO DISCUTIDAS EM REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL


De autoria da prefeita Célia Cavalcanti, o projeto 2.833/2017, que cria a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) de São Lourenço, entrou em pauta nesta segunda-feira. De acordo com o texto enviado pelo Poder Executivo, a pasta teria como finalidade propor e dar cumprimento a ações de enfrentamento e gerenciamento de desastres, por meio da elaboração de Planos de Contingência, articulando os órgãos envolvidos na resposta e mobilização da comunidade em risco. 

Segundo a Prefeitura, o projeto faz as atualizações necessárias da Lei Municipal 1.320, de 23/05/1984, que criou a Comissão Municipal de Defesa Civil (Comdec), adequando-se às normas estabelecidas pelo Governo Federal. A Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final tem 45 dias para emitir o parecer para que o texto entre em votação. Durante a sessão, ainda foi aprovado por unanimidade o requerimento 32/2017, que questiona a Prefeitura de São Lourenço sobre a existência de algum projeto para solucionar os riscos de inundações e desabamentos no local conhecido como Beco 901, no bairro Nossa Senhora de Lourdes. 

O documento é de autoria do vereador Natanael Paulino de Oliveira (PPS). Ele também pediu que uma audiência pública fosse realizada para ouvir os moradores da área: “Já faz 32 anos que o problema persiste e é de interesse da Câmara e do Poder Executivo que isso seja resolvido”.

Com informações da CMSL