NOTA DE ESCLARECIMENTO DO TJMG SOBRE O ATENTADO A TIROS NO FÓRUM DE SÃO LOURENÇO - O Popular.net


O Fórum de São Lourenço, no Sul de Minas, foi alvo de um atentado na madrugada desta segunda-feira, 27 de março. Por volta da meia-noite, dois homens armados em uma motocicleta dispararam cinco vezes contra a portaria do prédio, atingindo diversas vidraças.

Os autores do atentado também deixaram um bilhete, com o nome de uma facção criminosa e com uma frase genérica, de protesto contra a opressão. Um vigilante armado fazia a guarda do prédio no momento do atentado, e não ficou ferido. Os danos, conforme foi apurado pelos responsáveis pela administração do fórum, foram apenas patrimoniais.

Ao longo desta semana, o Fórum de São Lourenço funcionou normalmente, com a presença rotineira de magistrados, servidores e do público em geral.

Como o bilhete deixado pelos criminosos não continha nenhuma informação específica, não foi possível identificar se o atentado está ligado a algum processo em tramitação. Também não há nenhuma informação de que o atentado tivesse como alvo algum magistrado ou servidor. 
As Polícias Militar e Civil estiveram no prédio logo após o atentado e já iniciaram as investigações sobre o ocorrido. O Centro de Segurança Institucional do TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) também acompanha o caso.

Assessoria de Comunicação Institucional - Ascom
Tribunal de Justiça de Minas Gerais - TJMG 
(31) 3306-3920
imprensa@tjmg.jus.br
facebook.com/TJMGoficial/
twitter.com/tjmgoficial
flickr.com/tjmg_oficial

NOTA DE ESCLARECIMENTO DO TJMG SOBRE O ATENTADO A TIROS NO FÓRUM DE SÃO LOURENÇO



O Fórum de São Lourenço, no Sul de Minas, foi alvo de um atentado na madrugada desta segunda-feira, 27 de março. Por volta da meia-noite, dois homens armados em uma motocicleta dispararam cinco vezes contra a portaria do prédio, atingindo diversas vidraças.

Os autores do atentado também deixaram um bilhete, com o nome de uma facção criminosa e com uma frase genérica, de protesto contra a opressão. Um vigilante armado fazia a guarda do prédio no momento do atentado, e não ficou ferido. Os danos, conforme foi apurado pelos responsáveis pela administração do fórum, foram apenas patrimoniais.

Ao longo desta semana, o Fórum de São Lourenço funcionou normalmente, com a presença rotineira de magistrados, servidores e do público em geral.

Como o bilhete deixado pelos criminosos não continha nenhuma informação específica, não foi possível identificar se o atentado está ligado a algum processo em tramitação. Também não há nenhuma informação de que o atentado tivesse como alvo algum magistrado ou servidor. 
As Polícias Militar e Civil estiveram no prédio logo após o atentado e já iniciaram as investigações sobre o ocorrido. O Centro de Segurança Institucional do TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) também acompanha o caso.

Assessoria de Comunicação Institucional - Ascom
Tribunal de Justiça de Minas Gerais - TJMG 
(31) 3306-3920
imprensa@tjmg.jus.br
facebook.com/TJMGoficial/
twitter.com/tjmgoficial
flickr.com/tjmg_oficial