MINISTÉRIO PÚBLICO APURA DENÚNCIA DE FUNCIONÁRIOS FANTASMAS NA CÂMARA MUNICIPAL - O Popular.net

A Câmara de vereadores de São  Lourenço-MG, voltou a ser destaque nos noticiários de TV, na tarde desta quarta feira (15/03), após uma link ao vivo, direto do Fórum de São Lourenço, entrevistar o Promotor de Justiça Dr. Leandro Pannain, que falou a reportagem sobre uma denúncia que está sendo apurada pelo Ministério Público sobre um possível esquema de funcionários fantasmas, envolvendo vereadores.

“Nós recebemos uma denúncia, via ouvidoria do Ministério Público, de que nos anos de 2015 e 2016 alguns assessores da Câmara Municipal de São Lourenço teriam sido nomeados por vereadores, mas não compareciam para trabalhar na Câmara Municipal. Em um segundo momento da denúncia faz-se a referência que alguns deles estariam repassando partes dos seus vencimentos para alguns vereadores”, explicou o promotor.

Segundo Pannain, o caso ainda está na fase de investigação e somente após o termino dos trabalhos no MP, será possível afirmar se a denúncia é procedente, resguardando-se quando perguntado sobre a veracidade dos fatos. Do que foi apurado até o momento, o Promotor contou que esses assessores não teriam qualquer forma de controle de frequência na Câmara Municipal e ressaltou ainda que se constatada a irregularidade, a estimativa é que tenham sido desviados em torno de R$ 400 mil dos cofres da Câmara de São Lourenço.

Se após o final do inquérito, que ainda não tem prazo de conclusão, forem comprovadas as irregularidades contra assessores e vereadores, os envolvidos serão penalizados com multa civil e não poderão ser mais contratados pelos serviços públicos, além de terem de ressarcir os cofres da câmara e perderem todos os direitos políticos. Os nomes dos vereadores e assessores envolvidos não foram divulgados.

Da Redação do Popular.net

Publicidade



MINISTÉRIO PÚBLICO APURA DENÚNCIA DE FUNCIONÁRIOS FANTASMAS NA CÂMARA MUNICIPAL


A Câmara de vereadores de São  Lourenço-MG, voltou a ser destaque nos noticiários de TV, na tarde desta quarta feira (15/03), após uma link ao vivo, direto do Fórum de São Lourenço, entrevistar o Promotor de Justiça Dr. Leandro Pannain, que falou a reportagem sobre uma denúncia que está sendo apurada pelo Ministério Público sobre um possível esquema de funcionários fantasmas, envolvendo vereadores.

“Nós recebemos uma denúncia, via ouvidoria do Ministério Público, de que nos anos de 2015 e 2016 alguns assessores da Câmara Municipal de São Lourenço teriam sido nomeados por vereadores, mas não compareciam para trabalhar na Câmara Municipal. Em um segundo momento da denúncia faz-se a referência que alguns deles estariam repassando partes dos seus vencimentos para alguns vereadores”, explicou o promotor.

Segundo Pannain, o caso ainda está na fase de investigação e somente após o termino dos trabalhos no MP, será possível afirmar se a denúncia é procedente, resguardando-se quando perguntado sobre a veracidade dos fatos. Do que foi apurado até o momento, o Promotor contou que esses assessores não teriam qualquer forma de controle de frequência na Câmara Municipal e ressaltou ainda que se constatada a irregularidade, a estimativa é que tenham sido desviados em torno de R$ 400 mil dos cofres da Câmara de São Lourenço.

Se após o final do inquérito, que ainda não tem prazo de conclusão, forem comprovadas as irregularidades contra assessores e vereadores, os envolvidos serão penalizados com multa civil e não poderão ser mais contratados pelos serviços públicos, além de terem de ressarcir os cofres da câmara e perderem todos os direitos políticos. Os nomes dos vereadores e assessores envolvidos não foram divulgados.

Da Redação do Popular.net

Publicidade