REDE DE VIZINHOS PROTEGIDOS É INSTALADA NO BAIRRO LAGOA SECA - O Popular.net


Na noite desta segunda feira (13), a Polícia Militar, junto com os moradores do bairro Lagoa Seca, implantaram a Rede de Vizinhos Protegidos na comunidade.

A Rede de Vizinhos Protegidos é uma parceria entre a comunidade e a Polícia Militar, onde os moradores, em grupos entrelaçados chamados laços, adotam medidas conjuntas de autoproteção, visando a diminuição das oportunidades para a ocorrência do delito.

A Rede de Vizinhos Protegidos tem como objetivos principais a aproximação entre a Polícia Militar e a comunidade, redução os índices de criminalidade, recuperação da sensação de segurança e garantir de fato à população a sua segurança fazendo com que a mesma volte a ocupar os espaços públicos, ruas, calçadas e praças, buscando um sentimento de pertencimento aos envolvidos. O processo de instalação da rede constitui de reuniões com a PM, onde são discutidos os problemas de segurança da comunidade e medidas de autoproteção a serem adotadas em caso de indivíduos em atitude suspeita no bairro.

A solenidade de instalação, contou com a presença dos moradores do Bairro Lagoa Seca, do Cap Campos, Comandante da 276ª Cia PM, do Ten Campos, chefe da Assessoria de Comunicação Organizacional do 57º BPM e dos Aspirantes Marcelo e Bruno.

O Cap Campos parabenizou os moradores pela iniciativa de procurarem a PM para a busca de soluções conjuntas de segurança pública, ressaltou a fundamental importância da comunidade em se integrar e adotar as medidas de autoproteção que conheceram nas reuniões, visando à redução das oportunidades para a ocorrência do crime.

O Ten Campos, que coordena as atividades das redes de proteção no município de São Lourenço, ressaltou que foi da comunidade que partiu a iniciativa de se integrar em rede, realizando diversas ações de convencimento e mobilização. Até um mutirão entre os moradores para convidar os demais a participarem da rede foi feito. A PM foi parceira nesse processo, auxiliando na execução de ações sistemáticas que possibilitassem a instalação da rede.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL DO 57º BPM

REDE DE VIZINHOS PROTEGIDOS É INSTALADA NO BAIRRO LAGOA SECA



Na noite desta segunda feira (13), a Polícia Militar, junto com os moradores do bairro Lagoa Seca, implantaram a Rede de Vizinhos Protegidos na comunidade.

A Rede de Vizinhos Protegidos é uma parceria entre a comunidade e a Polícia Militar, onde os moradores, em grupos entrelaçados chamados laços, adotam medidas conjuntas de autoproteção, visando a diminuição das oportunidades para a ocorrência do delito.

A Rede de Vizinhos Protegidos tem como objetivos principais a aproximação entre a Polícia Militar e a comunidade, redução os índices de criminalidade, recuperação da sensação de segurança e garantir de fato à população a sua segurança fazendo com que a mesma volte a ocupar os espaços públicos, ruas, calçadas e praças, buscando um sentimento de pertencimento aos envolvidos. O processo de instalação da rede constitui de reuniões com a PM, onde são discutidos os problemas de segurança da comunidade e medidas de autoproteção a serem adotadas em caso de indivíduos em atitude suspeita no bairro.

A solenidade de instalação, contou com a presença dos moradores do Bairro Lagoa Seca, do Cap Campos, Comandante da 276ª Cia PM, do Ten Campos, chefe da Assessoria de Comunicação Organizacional do 57º BPM e dos Aspirantes Marcelo e Bruno.

O Cap Campos parabenizou os moradores pela iniciativa de procurarem a PM para a busca de soluções conjuntas de segurança pública, ressaltou a fundamental importância da comunidade em se integrar e adotar as medidas de autoproteção que conheceram nas reuniões, visando à redução das oportunidades para a ocorrência do crime.

O Ten Campos, que coordena as atividades das redes de proteção no município de São Lourenço, ressaltou que foi da comunidade que partiu a iniciativa de se integrar em rede, realizando diversas ações de convencimento e mobilização. Até um mutirão entre os moradores para convidar os demais a participarem da rede foi feito. A PM foi parceira nesse processo, auxiliando na execução de ações sistemáticas que possibilitassem a instalação da rede.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL DO 57º BPM