FECHAMENTO DE MINA D'ÁGUA EM SOLEDADE DE MINAS GERA POLÊMICA NAS REDES SOCIAIS - O Popular.net


O fechamento da área de uma mina d'água no bairro Corte em Soledade de Minas-MG a cerca de dois dias, deixou um grande números de pessoas, acostumadas por anos a se beneficiar daquela água indignadas, após ao chegarem no local com galões e garrafas, encontrarem o acesso a mina completamente cercado com arames farpados e com a notícia que o local havia sido fechado pelo proprietário. Além disso, cavalos foram soltos no local onde também foi construída uma baia.

O caso causou rebuliço nas redes sociais e a reportagem do Popular.net se deslocou para o município na manhã desta sexta feira (10/02) para ouvir a opinião da população e também dos proprietário e tentar desmistificar o que teria ocorrido para que o local fosse fechado e as pessoas impedidas de pegar água. 

Acesso a mina d'água foi fechado e cavalos agora habitam o local / Fotos: Rogério Brasil
Já no bairro do Corte, fomos informados que o habito de pegar água na referida mina chega a ser centenário, pois é fato que o município sofre constantemente com a falta de água, proveniente dos serviços públicos e a mina era a única opção dos moradores não só do Corte, mas também de boa parte de Soledade para obterem água de boa qualidade para consumo, o que explica parte da revolta dos moradores. Porém um fato do local onde se encontra a mina ser de propriedade particular, nada impediria o proprietário de cercar o local, como acontece em outras casa da cidade, que também são agraciadas com uma mina, porém a população não pode se beneficiar destas fontes, justamente por se localizarem no domínio de terceiros, salvo com autorização. 

Na tentativa de esclarecer o que poderia ter ocasionado o fechamento do terreno que dá acesso a referida mina, procuramos pelo proprietário do terreno e fomos cordialmente atendidos por um membro de sua família, que explicou sobre o fechamento do local. Segundo a filha do proprietário, o acesso ao terreno foi restrito devido alguns fatores, sendo um deles talvez, um pequeno mal entendido que teria ocorrido após o descobrimento de um cano d'água do SAAE que também passa pelo terreno e o proprietário ter recebido a notícia que um hidrômetro precisaria ser colocado no local, ou então a instalação teria de ser cortada, porém talvez temendo que o poder público pudesse tirar vantagem deste fato, resolveu cercar o local, que embora aberto, como citado antes se trata de propriedade particular, mas que em momento algum pensou em prejudicar os moradores, mas sim em proteger seu patrimônio.

Outro fator que preocupou os proprietários, é o fato de uma rede de esgoto correr bem próximo a mina d'água e que embora nunca havendo nenhum registro de contaminação ou infecção causadas pelo consumo desta água, os proprietários resolveram então solicitar uma análise da mesma, para certificar que não existe nenhum risco no seu consumo e prevenir problemas futuros, no caso de alguém ser acometido por alguma doença devido a água.

Em tempo, fomos informados que existe um consenso entre os familiares na tentativa de reabrir o acesso a mina do bairro do Corte, o que pode ocorrer ainda nos próximos dias. No entanto a situação tem causado um certo sentimento de discórdia, já que os moradores afirmam que a água, dom da vida, fornecida por Deus, foi negada a eles de maneira ríspida e esperam que o proprietário reconsidere a ação.

Ainda segundo os moradores, vereadores e o próprio prefeito da cidade também estiveram na mina d'água na última quinta feira (09/02) e cogitaram um abaixo assinado, para tentar ter novamente o acesso concedido ao local, embora os familiares do proprietário acreditem que uma boa conversa possa revolver de maneira mais rápida a reabertura do local, o que reverteria a situação e continuaria a trazer benefícios a população do bairro.

Da Redação do Popular.net

Publicidade

FECHAMENTO DE MINA D'ÁGUA EM SOLEDADE DE MINAS GERA POLÊMICA NAS REDES SOCIAIS



O fechamento da área de uma mina d'água no bairro Corte em Soledade de Minas-MG a cerca de dois dias, deixou um grande números de pessoas, acostumadas por anos a se beneficiar daquela água indignadas, após ao chegarem no local com galões e garrafas, encontrarem o acesso a mina completamente cercado com arames farpados e com a notícia que o local havia sido fechado pelo proprietário. Além disso, cavalos foram soltos no local onde também foi construída uma baia.

O caso causou rebuliço nas redes sociais e a reportagem do Popular.net se deslocou para o município na manhã desta sexta feira (10/02) para ouvir a opinião da população e também dos proprietário e tentar desmistificar o que teria ocorrido para que o local fosse fechado e as pessoas impedidas de pegar água. 

Acesso a mina d'água foi fechado e cavalos agora habitam o local / Fotos: Rogério Brasil
Já no bairro do Corte, fomos informados que o habito de pegar água na referida mina chega a ser centenário, pois é fato que o município sofre constantemente com a falta de água, proveniente dos serviços públicos e a mina era a única opção dos moradores não só do Corte, mas também de boa parte de Soledade para obterem água de boa qualidade para consumo, o que explica parte da revolta dos moradores. Porém um fato do local onde se encontra a mina ser de propriedade particular, nada impediria o proprietário de cercar o local, como acontece em outras casa da cidade, que também são agraciadas com uma mina, porém a população não pode se beneficiar destas fontes, justamente por se localizarem no domínio de terceiros, salvo com autorização. 

Na tentativa de esclarecer o que poderia ter ocasionado o fechamento do terreno que dá acesso a referida mina, procuramos pelo proprietário do terreno e fomos cordialmente atendidos por um membro de sua família, que explicou sobre o fechamento do local. Segundo a filha do proprietário, o acesso ao terreno foi restrito devido alguns fatores, sendo um deles talvez, um pequeno mal entendido que teria ocorrido após o descobrimento de um cano d'água do SAAE que também passa pelo terreno e o proprietário ter recebido a notícia que um hidrômetro precisaria ser colocado no local, ou então a instalação teria de ser cortada, porém talvez temendo que o poder público pudesse tirar vantagem deste fato, resolveu cercar o local, que embora aberto, como citado antes se trata de propriedade particular, mas que em momento algum pensou em prejudicar os moradores, mas sim em proteger seu patrimônio.

Outro fator que preocupou os proprietários, é o fato de uma rede de esgoto correr bem próximo a mina d'água e que embora nunca havendo nenhum registro de contaminação ou infecção causadas pelo consumo desta água, os proprietários resolveram então solicitar uma análise da mesma, para certificar que não existe nenhum risco no seu consumo e prevenir problemas futuros, no caso de alguém ser acometido por alguma doença devido a água.

Em tempo, fomos informados que existe um consenso entre os familiares na tentativa de reabrir o acesso a mina do bairro do Corte, o que pode ocorrer ainda nos próximos dias. No entanto a situação tem causado um certo sentimento de discórdia, já que os moradores afirmam que a água, dom da vida, fornecida por Deus, foi negada a eles de maneira ríspida e esperam que o proprietário reconsidere a ação.

Ainda segundo os moradores, vereadores e o próprio prefeito da cidade também estiveram na mina d'água na última quinta feira (09/02) e cogitaram um abaixo assinado, para tentar ter novamente o acesso concedido ao local, embora os familiares do proprietário acreditem que uma boa conversa possa revolver de maneira mais rápida a reabertura do local, o que reverteria a situação e continuaria a trazer benefícios a população do bairro.

Da Redação do Popular.net

Publicidade