POLÍCIA CIVIL ADERE PARALISAÇÃO DE 24 HORAS EM SÃO LOURENÇO - O Popular.net

A Polícia Civil em São Lourenço, anunciou a paralisação dos serviços por 24 horas, aderindo ao movimento nacional em protesto as reformas do governo através da PEC 287 (Reforma da Previdência) que segundo Márcio Araújo, Diretor regional do SINDPOL (Sindicato dos servidores da Polícia Cívil do Estado de Minas Gerais), reprimem ainda mais os direitos e os benefícios da categoria, prolongando ainda mais o tempo de serviço e esmagando o regime previdenciário dos Policias civis. 

Assista o video


Com a paralisação, os serviços realizados na Delegacia de Trânsito e Acidente (Detran), vistoria e investigação estão suspensos. Assim como ocorrências de menor porte. Apenas as ocorrências de flagrantes estão sendo recebidas. O movimento, que paralisou os serviços da Polícia Civil, começou na manhã de hoje, e deve perdurar até a manhã da próxima sexta feira (15/12) quando os serviços devem ser retomados. Porem, ainda segundo Márcio, se o governo não Michel Temer não receber as representações dos policiais ainda nesta sexta feira, a paralisação poderá se estender por tempo indeterminado.

Cartaz avisa sobre paralisação na DP de São Lourenço / Fotos: Rogério Brasil
Com os serviços praticamente parados na Delegacia de Polícia Civil, os cidadãos que são pegos de surpresa pela paralisação estão sendo orientados a procurarem a Polícia Militar, que deve ter um aumento considerável no registo de ocorrências. 

Mais informações a qualquer momento, durante as atualizações diárias do Popular.net.

Da Redação do Popular.net

Publicidade




POLÍCIA CIVIL ADERE PARALISAÇÃO DE 24 HORAS EM SÃO LOURENÇO


A Polícia Civil em São Lourenço, anunciou a paralisação dos serviços por 24 horas, aderindo ao movimento nacional em protesto as reformas do governo através da PEC 287 (Reforma da Previdência) que segundo Márcio Araújo, Diretor regional do SINDPOL (Sindicato dos servidores da Polícia Cívil do Estado de Minas Gerais), reprimem ainda mais os direitos e os benefícios da categoria, prolongando ainda mais o tempo de serviço e esmagando o regime previdenciário dos Policias civis. 

Assista o video


Com a paralisação, os serviços realizados na Delegacia de Trânsito e Acidente (Detran), vistoria e investigação estão suspensos. Assim como ocorrências de menor porte. Apenas as ocorrências de flagrantes estão sendo recebidas. O movimento, que paralisou os serviços da Polícia Civil, começou na manhã de hoje, e deve perdurar até a manhã da próxima sexta feira (15/12) quando os serviços devem ser retomados. Porem, ainda segundo Márcio, se o governo não Michel Temer não receber as representações dos policiais ainda nesta sexta feira, a paralisação poderá se estender por tempo indeterminado.

Cartaz avisa sobre paralisação na DP de São Lourenço / Fotos: Rogério Brasil
Com os serviços praticamente parados na Delegacia de Polícia Civil, os cidadãos que são pegos de surpresa pela paralisação estão sendo orientados a procurarem a Polícia Militar, que deve ter um aumento considerável no registo de ocorrências. 

Mais informações a qualquer momento, durante as atualizações diárias do Popular.net.

Da Redação do Popular.net

Publicidade